Lançamento do projeto Olhar Saudável debate sobre a importância da atuação do pequeno agricultor para a conscientização alimentar

O evento reuniu os parceiros desta iniciativa na Marina da Glória, no dia 05/04

Diante de um dos cenários mais bonitos do Rio de Janeiro, a Marina da Glória, aconteceu o lançamento do projeto Olhar Saudável, na última quinta-feira, dia 05 de abril, no restaurante Bota. O evento reuniu alguns dos parceiros da iniciativa dos chefs Joca Mesquita e Ciça Roxo, como a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação (SMDEI), a Associação de Agricultores Biológicos do Estado do Rio de Janeiro (ABIO), a PROOCEANO e o Instituto Maniva.

O encontro também contou com a presença de Chico Junior, jornalista e idealizador do concurso “Maravilhas Gastronômicas do Estado do Rio de Janeiro”, de Berg Silva, fotojornalista e professor do workshop promovido pelo projeto, e dos alunos do curso – que marcou o seu início com o lançamento do Olhar Saudável.

Diversas questões a cerca do tema sustentabilidade na alimentação foram debatidas durante o evento. No entanto, o assunto em destaque, de fato, foi a importância dos profissionais do campo, que geralmente ficam invisíveis aos olhos do público que consomem os alimentos. O nome do projeto levanta a importância de trazer mais luz ao trabalho realizado pelos pequenos agricultores, na produção orgânica da cidade e de alguns lugares do estado.

Os discursos que estiveram, a todo o momento, alinhavados, refletiram a convergência de ideias para o Olhar Saudável e o acerto na parceria. Iniciando a palavra, Ciça Roxo apresentou as missões do projeto e a importância da documentação, por meio de registros fotográficos e a publicação do livro, como fonte de pesquisas futuras. Joca Mesquita destacou a necessidade de ações vindas da sociedade, para que haja transformação e soberania na cultura alimentar, e das parcerias com o Estado.

Ciça Roxo em destaque
Chef Ciça Roxo em destaque. Foto Divulgação

 

Joca Mesquita em destaque
Chef Joca Mesquita em destaque. Foto Divulgação.

O subsecretário do SMDEI, Epitácio Brunet, endossou as declarações de Joca, quanto à importância do “casamento” entre a sociedade e o Estado, com projetos que tragam benefícios para toda a população, e ressaltou os desafios enfrentados pelos agricultores para serem reconhecidos pelo consumidor.

“O Circuito Carioca de Feiras Orgânicas conta com diversas feiras livres no município do Rio de Janeiro. Esta é uma iniciativa de alguns anos, com produtores não só da cidade, como de outros lugares do estado. O circuito oferece alternativa na compra de alimentos e acesso aos produtos de alta qualidade, cultivados pelo agricultor familiar. Ele tem representado ações não somente pelo viés da economia, como também pelo lado cultural. Nós estamos falando da alimentação saudável que dialoga com a gastronomia. O olhar Saudável é importante, pois há a valorização da gastronomia e a importância das feiras na cidade”, afirma o subsecretário.

Ao encerrar o discurso, Brunet deu uma dica para os fotógrafos do workshop, que é descobrir os desafios por trás de cada alimento registrado. Identificar quem são os profissionais que atuam para que o prato seja montado e chegue até a mesa.

Epitácio Brunet, subsecretário SMDEI
Ao centro: Subsecretário da Secretaria Municipal de de Desenvolvimento, Emprego e Inovação, Epitácio Brunet. Foto Divulgação.

Berg também expôs o tema sob esta ótica e acrescentou com a abordagem sobre a missão dos profissionais da área entenderem a trajetória dos produtos registrados, do universo gastronômico e da cultura de cada povo presente nos pratos. “Minha mãe marcou em minha herança gastronômica, pois ela era cozinheira e aproveitava todos os alimentos que sobravam, com eles, fazia um prato. O que para muita gente isso é sinal de pobreza, para nós significa fartura”, revela o profissional.

Maria Clara Alencar, cozinheira e assistente de Teresa Corção, e Juliana Dias, suplente de Teresa Corção, no Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, são as representantes do Maniva e explicaram sobre a importância de parcerias  para projetos que tragam voz e visibilidade aos profissionais atuantes na produção de alimentos orgânicos.

“A minha expectativa, representando o Maniva, é que tudo seja uma grande parceria, não somente com os envolvidos no projeto, mas também com os novos parceiros, como os fotógrafos que irão se formar no workshop. Desejamos que todos se unam, em prol da alimentação sustentável. Os fotógrafos vão poder colaborar com o olhar deles sobre os alimentos e sobre os profissionais que atuam nessa área. Nós vamos aprender com eles e enxergar todo esse trabalho por meio de seus registros. Para nós é de tamanha honra participar do Olhar Saudável”, comenta Maria Clara.

Silvana Pedroni, diretora da ABIO, vai além e chama a atenção para a complexidade da agricultura, em relação as diversas atividades e desafios que variam de acordo com fatores como condição climática, sazonalidade, competição no mercado e etc. Os cargos da ABIO são ocupados pelos associados, logo, Silvana é também agricultora e, por isso, está tão próxima da realidade dos trabalhadores no campo.

Para ela, o Olhar Saudável forma um elo com a realidade destes profissionais de forma madura e responsável.” O olhar de vocês irá se transformar ao longo do processo e é muito bom estar com vocês nesta missão”, enfatiza a diretora.

O próximo passo do projeto acontece hoje, dia 07 de abril, com a primeira oficina do workshop realizada no espaço Maranguape, no CADEG, onde os alunos poderão retratar o passo a passo da preparação de um prato por um chef.

Projeto Olhar Saudável
Parceiros do projeto Olhar Saudável e alunos do workshop Olhar Saudável. Foto Divulgação.

 

*Participaram do lançamento do projeto Olhar Saudável o diretor da PROOCEANO, Júlio Pellegrini, Lícia Leandro, coordenadora do SMDEI, Carol Graciosa, produtora executiva e proponente do Projeto e Maria Emília Melo, coordenadora de gestão da informação da ABIO.

 

 

 

 

 

Anúncios

3 comentários em “Lançamento do projeto Olhar Saudável debate sobre a importância da atuação do pequeno agricultor para a conscientização alimentar

Adicione o seu

  1. Maravilha esse projeto olhar saudável, só sentir falta foi de um pequeno agricultor neste lançamento e é o mais temos na ABIO, mas só que ainda continua no anonimato.
    Mas com esse projeto tem tudo para poder valorizar o verdadeiro guerreiro do campo.
    Valeu.

    Curtir

    1. Olá João! Obrigada por entrar em contato conosco! O convite foi feito para todos os agricultores, mas não sei se o senhor está ciente, todos trabalham muito e na quinta tinha feira orgânica em diversos bairros. Mas, mesmo assim, tivemos duas presenças super importantes: Silvana Pedroni e Fiora Serafini, ambos agricultores. A Silvana participou desde o início, inclusive fez um depoimento, e o Fiora conseguiu chegar, mas atrasado, pois estava na feira orgânica da Tijuca. Ambos estão na foto oficial de encerramento de evento. Quaisquer outras colocações estamos à disposição! Grande abraço!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: