Amanda Anjos é universitária do curso de fotografia e conta sobre a sua vocação na área

Foto de Amanda Anjos
Amanda Anjos / Arquivo pessoal

A estudante também integra o coletivo de fotógrafos do Olhar Saudável, com diversos registros sobre a cultura dos orgânicos e da gastronomia. Confira

Amanda Anjos é uma das integrantes do coletivo de fotógrafos selecionados pelo Olhar Saudável. Ela esteve em ação, registrando o dia a dia de algumas feiras orgânicas da ABIO, ao lado de colegas e do mestre Berg Silva, fotojornalista responsável por ministrar as oficinas, realizadas em abril deste ano.

A jovem busca por oportunidades que possam trazer mais aprendizados sobre fotografia desde a adolescência, quando comprou sua primeira câmera, uma Cyber Shot, e começou a fotografar por hobby. A pausa na área ocorreu quando terminou seus estudos no ensino médio e começou a pesquisar sobre a sua vocação profissional.

Primeiro tentou a graduação em Publicidade e Propaganda e depois em Design de Interiores. Em ambos os casos, viu que não havia identificação e por isso decidiu por não seguir adiante nos dois cursos superiores.

Ainda sim, seguia por fora, realizando curso técnico de fotografia, pois nunca deixou de fazer seus registros, já que essa era uma prática comum em sua vida. Quando começou a trabalhar na universidade Estácio de Sá, viu uma nova chance de se especializar e abrir caminhos profissionalmente, com a abertura de turmas para o curso superior em fotografia.

“No ano passado foi formada uma turma de fotografia na universidade Estácio de Sá, onde sou funcionária, e não pensei duas vezes antes de me inscrever. Hoje estou concluindo o terceiro período, muito satisfeita por estar estudando a fundo uma área com a qual tenho forte identificação.” Conta Amanda.

A universitária ainda comenta sobre os conhecimentos que tem adquirido com atividades externas também, entre elas está o workshop Olhar Saudável. De acordo com Amanda, a fotografia de gastronomia, por exemplo, é algo com a qual ela nunca havia trabalhado antes e por isso a vivência trouxe outra perspectiva, em especial pela ênfase em registrar ações ligadas à produção orgânica.

“A experiência com o workshop superou todas as minhas expectativas, na prática fotográfica, no conhecimento passado pelo Berg e na convivência com os participantes em geral. Foi algo muito rico pra mim. Achei fantástica a ideia de usar a arte fotográfica como meio de evidenciar o assunto “produção orgânica”, que normalmente é muito pouco falado.” Encerra Amanda.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: